O Nascer de um Jornalista

frost_nixon1Filme baseado em uma serie de entrevistas produzidas pelo jornalista David Frost e o ex-presidente Richard Nixon, que renunciou à presidência dos Estados Unidos após uma denúncia feita por dois jornalistas, Bob Woodward e Carl Bernstein do The Washington Post, o famoso roubo do Complexo Watergate.

À primeira vista o entrevistador, David Frost aparenta ser tudo aquilo que os outros falam por ali, apenas um apresentador de entretenimento, fanfarrão e sem o menor tato de onde está se metendo quando decide encarar justamente o ex-presidente. Os próprios colegas de trabalham duvidam da sua habilidade e capacidade e em alguns momentos até o próprio fica inseguro. Continuar lendo

Anúncios

Magic Mike

tie me up tie me downNo filme, o ator Channing Tatum dá vida a Mike, um stripper que sonha em abrir um negócio de móveis customizados. A históriaem diversos momentos se confunde com a do próprio protagonista, que antes de seguir na carreira das artes também foi stripper.

Com direção de Steven Soderbergh e roteiro do produtor ReidCarolin, o filme surpreende por ter uma estrutura didática e bastante moralista – se comparado as expectativas pelas cenas com homens malhados dançando no melhor estilo clube das mulheres – já que a todo o momento o filme tenta destacar e reforçar o vazio que Mike sente e a angustia por tentar ganhar dinheiro a qualquer custo. Continuar lendo

Na Estrada

                                                                                  “Eu só confio nas pessoas loucas, aquelas que são loucas pra viver, loucas para falar, loucas para serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo, que nunca bocejam ou dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam…”

On The ROad New Picture (4)

Essa frase é a frase mais marcante e conhecida que está presente no início do livro de nome homônimo ao do filme, e ela é que melhor traduz o pensamento sobre a liberdade incondicional do escrito Jack Kerouac, e seu alter ego Sal Paradise. Continuar lendo

Caro Francis

Do diretor Nelson Hoineff, o documentário Caro Francis tem o propósito de apresentar a personalidade do jornalista, Franz Paul Trannin da Matta Heilborn, popularmente conhecido como Paulo Francis. Irreverente, despojado, porém trabalhado a partir da perspectiva central de amigos e parentes, o documentário discorre de uma concepção da figura de Francis como afetuosa e até mesmo “fraternal” para com os seus próximos.

É explanado também suas opções políticas e até o humor ácido e sexista do qual o jornalista fazia questão de enfatizar. O uso de frases célebres como “Um ser humano que troca de roupa quando o costureiro manda, não pode votar. Mulher não pode votar!” reafirmam esse caráter pouco ortodoxo. Continuar lendo